top of page

luiz de souza leão (fundador de tupã)

Atualizado: 9 de set. de 2023


Ocupação - Empreendedor

Data do Nascimento - 16/03/1901 - Morenos/PE

Data da Morte - 21/09/1980 - Tupã/SP (aos 79 anos)


Infância e Juventude

Souza Leão nasceu no Estado de Pernambuco, no dia 16 de março de 1901, no Engenho "Morenos”, localizado no município de Morenos, distante 30 quilômetros de Recife, capital do Estado.

Seus pais, Antônio de Souza Leão (1865-1925) e Leopoldina Mesquita de Souza Leão (1867-1936), pertencem a uma das mais antigas e tradicionais famílias do Estado. Neto dos Barões de Morenos e do Comendador Permínio de Paulo Mesquita e Elvira Moraes de Paula Mesquita.


É Tetraneto de Antonio de Moraes e Silva, criador do Dicionário Moraes da Língua Portuguesa. Tetraneto de Gervásio Fioravantti Pires Ferreira, um dos heróis da Revolução Pernambucana de 1817. Estudou o curso Primário e Secundário no Ginásio Ayres Gama de Pernambuco. Trabalhou no Engenho de seus pais na cultura de cana-de-açúcar e na criação de gado.


Carreira

Mudou-se para São Paulo aos 22 anos, no ano de 1923. Adquiriu terras no município de Cafelândia, iniciando sua vida como agricultor e pecuarista.


Tornou-se diretor da Empresa de Terras São Paulo - Rio, com sede no Rio de Janeiro, especializada em loteamentos de grandes áreas. Buscou investimentos na região da Alta Paulista e fundou o município de Tupã, no ano de 1929.


Mudou-se para Tupã no ano de 1933. Construiu sua residência em área central, onde viveu até sua morte, no dia 21 de setembro de 1980, na Santa Casa de Tupã. Foi enterrado em um mausoléu construído nos jardins de sua casa, onde recebe homenagens todos os anos.


Parte da sua residência passou a abrigar o Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre (Rua Coroados, 521), que havia sido criado no ano de 1966.


O Solar onde viveu por 48 anos foi tombado como Patrimônio Histórico no ano de 1972 e foi aberto ao público para visitação (Rua Caingangs, 600), após sua morte.


Em 1981 a Escola Estadual da Vila Ibirapuera (inaugurada em 1976) recebeu o nome de Luiz de Souza Leão, passando a ser denominada: Escola Estadual Luiz de Souza Leão. Está localizada na Rua Ceci César Lopes Torres, 102 - Parque Maria Cristina, zona leste de Tupã.


Família

Luiz de Souza Leão é o sexto de oito irmãos (5 mulheres e 3 homens): Antônio de Souza Leão Filho 3º (1889); Adalgisa de Souza Leão (1891); Maria dos Anjos de Souza Leão (1895); Permínio de Souza Leão (1897); Leopoldina "Zizinha" de Souza Leão (1899); Luiz de Souza Leão (1901); Joaquina de Souza Leão (1904); Maria de Lourdes de Souza Leão (1906).


Sua primeira companheira foi Almerinda Ramos, nascida em Sertãozinho/SP (25/02/1911) e falecida em Lins/SP (27/10/1997), aos 86 anos. Casaram-se na cidade de Ribeirão Preto, tiveram três filhos e sete netos:

- Luiz de Souza Leão (1933) - sem filhos

- Leopoldo de Souza Leão (1933) - filhos: Luiz Guilherme de Souza Leão, Mônica de Souza Leão, Márcia de Souza Leão, Milene de Souza Leão, Leopoldo Henrique de Souza Leão, Mariana de Souza Leão.

- Guilherme de Souza Leão (1937) - filho: James Stives de Souza Leão.


Almerinda Ramos Souza Leão foi homenageada pelo município de Tupã com seu nome em uma creche/escola, localizada na Rua Yukio Andaku, 155, no bairro Jardim Santa Adélia.



Sua segunda companheira foi Nair Ghedini, com quem passou a maior parte de sua vida, no Solar construído em Tupã. Um vídeo produzido pelo Museu Índia Vanuíre mostra o processo de construção do Solar Luiz de Souza Leão, e imagens do fundador de Tupã ao lado de sua segunda companheira.


Política

Luiz de Souza Leão foi eleito vereador para a primeira legislatura da Câmara Municipal de Tupã, de 1948 à 1951. Tomou posse no dia primeiro de janeiro de 1948 com outros 20 vereadores e foi escolhido presidente da Câmara nos anos de 1949, 1949 e 1950.


Substituiu o Prefeito da época, Alonso Carvalho Braga em diversas oportunidades: de 10 de outubro de 1948 a 18 de janeiro de 1949; de 08 de julho a 24 de outubro de 1949; e de 25 de agosto a 16 de outubro de 1950.


Foi também no dia 16 de Outubro de 1950 que renunciou ao cargo de Presidente da Câmara e de vereador, juntamente com os vereadores José de Freitas Guimarães Netto e Olindo Costa Neves. Neste mesmo dia o prefeito de Tupã, Alonso Carvalho Braga também renuncio ao cargo.


Tupã 50 anos, entrevista

12 de Outubro de 1979, Tupã completou 50 anos de fundação. Entrevista concedida por Luiz de Souza Leão aos apresentadores Mário Motta e Edson Joel, no programa Rotativa no Ar, da Rádio Piratininga.



Morte

A frente do cortejo prefeito Carlos Messas e vereador Nelson Teixeira Lacerda

Luiz de Souza Leão morreu às 15 horas do dia 21 de Setembro de 1980, no apartamento 9 da Santa Casa de Misericórdia de Tupã, acompanhado apenas de um enfermeiro.


A causa de sua morte foi enfisema pulmonar. Souza Leão foi fumante durante toda vida, o que lhe trouxe os problemas de saúde que causaram sua morte.


Emissoras de rádio da cidade, que naquele domingo transmitiam o jogo do Tupã Futebol Clube interromperam suas programações para anunciar à toda população a morte do fundador do município de Tupã.


Souza Leão foi velado durante toda a noite e dia seguinte. A cidade de Tupã parou para acompanhar a cerimônia e as homenagens e seu cortejo foi acompanhado por centenas de pessoas.


Comerciantes da Avenida Tamoios baixaram suas portes em sinal de respeito a passagem do carro funerário transportando o corpo do fundador do município. Luiz de Souza Leão foi enterrado conforme seu desejo, em um mausoléu construído no solar onde passou a maior parte de sua vida.

SITES PESQUISADOS:

Museu Índia Vanuíre: https://museuindiavanuire.org.br/

Escola Estadual Luiz de Souza Leão: https://souzaleaodigital.wixsite.com/escola

A mística do parentesco: http://parentesco.com.br

FONTES:

- Museu Histórico e Pedagógico Índia Vanuíre; historiadora Tamimi David Rayes Borsatto

- Tupã: Depoimentos de uma cidade. Arlindo Vizelli Montes; Elizabeth Manrique Moreno; Iara Bianchi Nakayama. ISBN: 978-85-904606-2-6. 2012 (2ª ed.), 605 páginas.

830 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comentarios


bottom of page