top of page

INNOCENTE VERGÍNIO CHIARADIA (EMPREENDEDOR)


Ocupação – fiscal de rendas do Estado, empreendedor, liderança social e política

Data de Nascimento – 08/03/1930 – Botucatu/SP

Data de morte – 15/06/2016 (aos 86 anos), em Tupã/SP


Filho de Pedro Chiaradia e Oliva Lunardi, recebeu o nome de Innocente Vergínio em homenagem aos avós, Innocente (paterno) e Vergínio (materno), ambos italianos.


Estudos e Carreira profissional

Muito jovem há trabalhava com seu pai, proprietário do Jornal “Folha de Botucatu”, exercendo a função de redator, atuando também na cobertura das sessões legislativas daquele município.


Em 1948, com apenas 18 anos, passou a ocupar o cargo de gerente na Empresa Gráfica Botucatu Ltda., função que desempenhou até 1950.


Em 1949 formou-se Técnico de Contabilidade, em sua cidade natal, Botucatu.



Serviço Público

Prestou concurso para Fiscal de Rendas do Estado, sendo aprovado e nomeado em setembro de 1952 para ocupar o cargo de chefe do Posto Fiscal de Parapuã.


Três anos depois, em 1955, foi nomeado chefe do Posto Fiscal de Pompéia, permanecendo no cargo até o final do ano de 1958.


Em 1959 foi designado para a Inspetoria Fiscal de Tupã, cargo que assumiu no dia 15 de janeiro, passando a responder por 11 municípios da região. Permaneceu nesta função até sua aposentadoria, ocorrida no dia 4 de junho de 1983.



Formação educacional

Participou também de vários cursos de formação, como Fundação Prefeito Faria Lima/CEPAM; Academia dos Diplomados da Escola Superior de Guerra/ADESG; SENAC; SEBRAE;


Durante os anos de 1970/1971 curso direito na Faculdade de Direito da Alta Paulista de Tupã (Fadap), curso que interrompeu devido ao trabalho e ações sociais desenvolvidas.



Vida empresarial, familiar e social

Aos 24 anos, casou-se com Geny Solano, na cidade de Parapuã, no dia 21 de novembro de 1954. Tiveram quatro filhos, e até o ano de 2012 tinham seis netos e duas bisnetas.


Desde sua chagada à Tupã, no ano de 1959, Innocente Chiaradia participou ativamente da vida política, empreendedora e social do município.


1964 – Fundou a Empreendimentos Ápis Ltda., administradora do Fundo Ápis, primeiro consórcio comercial do Brasil, com representantes em várias cidades e até fora do Estado de são Paulo. Desligou-se oficialmente da empresa em 1986.


Foi um dos fundadores e primeiro presidente da Instituição Dom Bosco de Ensino e Cultura, mantenedora da Faculdade de Direito da Alta Paulista – Fadap (hoje FAP).


Foi um dos fundadores e diretor, durante nove anos, da extinta Cooperativa de Consumo da Alta Paulista, instalada em Tupã.


Integrou o Rotary Club de Tupã, de 1961 a 2006, tendo exercido diversos cargos dentro do Clube de Serviços.


Participou de movimentos católicos, como Encontro de Casais com Cristo (ECC), Movimento Familiar Cristão (MFC), foi membro do Conselho Paroquial da Igreja Matriz de São Pedro.


Foi diretor em inúmeras entidades sociais e assistenciais: Aeroclube, Albergue Noturno, Associação Comercial e Industrial de Tupã, Casa da Criança, Casa do Garoto, Clube Marajoara, Tupã Tênis Clube, CIM, entre inúmeros outros órgãos e entidades que integrou.



Atuação política

No ano de 1972 candidatou-se a vereador em Tupã e foi eleito pela ARENA (Aliança Renovadora Nacional), com 904 votos (4º mais votado).

Exerceu o cargo de vereador de fevereiro de 1973 a janeiro de 1977. Até 1975 a função de vereador não era remunerada.


Quando passou a ser remunerada, Innocente Chiaradia fez questão de doar seus salários de vereador a Instituição Lar Santo Antônio, de Tupã.



Exerceu, a convite dos prefeitos da época, diversos cargos na administração pública, mas em nenhum deles recebeu por esta participação:

- Diretor do Departamento de Administração, na gestão do Dr. Walter Pimentel, por um ano;

- Chefe de Gabinete e Diretor do Departamento de Expansão Econômica, no primeiro mandato do Dr. Carlos Messas;

- Presidente do Conselho Municipal do Programa de Desenvolvimento Econômico de Tupã, no segundo mandato do Dr. Carlos Messas;

- membro da Comissão de Marketing da Secretaria Municipal de Agricultura, nos oito anos do Prefeito Manoel Gaspar e nos quatro anos do primeiro mandato do Prefeito Waldemir Gonçalves Lopes.


Uma passagem registrada em documento, quando das homenagens recebidas, mostra o empenho e dedicação de Innocente Chiaradia em busca de conquistas para Tupã:

[...]atendimento à solicitação do então Gerente do Banco do Brasil para que a Agência, então instalada na rua Piratinins, 422, fosse transferida para algum ponto central da Avenida Tamoios. O Presidente do Banco do Brasil era o Dr. Ângelo Calmon de Sá, afilhado político do Senador Luis Viana Filho, amigo do Sr. Luiz de Souza Leão, o fundador de Tupã, que, com freqüência, visitava o Innocente na Inspetoria Fiscal, para longos e agradáveis bate-papos.
Numa destas conversas ficou sabendo da amizade do Sr. Luiz Souza Leão com o Senador supracitado, e o convidou a irem a Brasília, a fim de pedirem a autorização para a pretendida mudança. O Senador Luiz Viana Filho os acompanhou à audiência com o Dr. Ângelo Calmon de Sá. No curso da audiência o Sr. Innocente Chiaradia relatou ao Presidente do Banco do Brasil que, ao contrário do que aconteceu na quase totalidade das cidades brasileiras, o Banco do Brasil foi a primeira agência bancária de Tupã. O Dr. Ângelo Calmon de Sá aprovou a solicitação, mas solicitou o empenho do Innocente para a localização de um ponto desejável. Após viagens e contatos infrutíferos com proprietários de prédios localizados na Avenida Tamoios, concluiu que restava só uma solução, que expôs ao Sr. Luiz de Souza Leão, que era o terreno do seu posto de combustíveis, na confluência da Avenida Tamoios com a Rua Aimorés.
O Fundador relutou a princípio, alegando ser um imóvel histórico, mas, finalmente, reconhecendo o benefício para a cidade, concordou em vender o citado imóvel. Demolido o posto, foi construído em seu lugar o vistoso prédio lá existente, que além do Banco do Brasil também abriga o Fórum da Justiça Federal. (Projeto de Decreto Legislativo - 2012)


Reconhecimento e Homenagens

Em diversos momentos o trabalho de Innocente Chiaradia foi reconhecido, recebendo em vidas as homenagens de sociedade tupãense, por meio de órgãos, instituições e entidades. Com seu amor a cidade e simplicidade, fazia questão de comparecer a todas.


Foi homenageado como Paraninfo e Patrono de diversas turmas em colégios e faculdades. Recebeu o Troféu Excelência (categoria cidadão amigo de Tupã), após pesquisa com a população. Foi homenageado no Fórum de Debates para o Desenvolvimento de Tupã, passou a nomear a biblioteca da ONG Artevidas de Tupã, instituição de atendimento a crianças e adolescentes, entre outras honrarias.


Innocente e esposa Geny, ladeados pelo vereador Valdemar Manzano Moreno e esposa

Em 2012, Innocente Chiaradia foi homenageado pela Câmara Municipal de Tupã, com a entrega do Título de Cidadão Tupãense. Foi uma justa e merecida homenagem, que contou com a presença da esposa, filhos e netos, além de muitos amigos e admiradores.






Innocente Verginio Chiaradia aos 86 anos, no dia 15 de junho de 2016, aos 86 anos.


Três anos depois, foi homenageado pelo município de Tupã, dando seu nome a uma praça existente na confluência da Rua Nhambiquaras com Rua Panamá e Rua México, no Jardim América, que passou a ser denominada “Praça Innocente Verginio Chiaradia – Empreendedor” (Decreto Municipal 8.415, de 29 de janeiro de 2009).


Fonte:

Depoimentos do biografado e familiares em diversos eventos públicos,, entrevistas e sociais

Sites pesquisados:

Câmara Municipal de Tupã - camaratupa.sp.gov.br

TV Câmara de Tupã - tvcamara.camaratupa.sp.gov.br

Prefeitura da Estância Turística de Tupã - www.tupa.sp.gov.br

45 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page